Procurando a próxima montanha!

O título do blog - e que deveria ter sido o primeiro post de todos - faz menção à um texto bem batido que recebi uma vez por e-mail. O texto falava de uma lenda budista, em que dizia que um conselho dos sábios era que você sempre mirasse no seu horizonte e escolhesse a maior das montanhas e fizesse dela o seu objetivo maior. Ao chegar no topo dessa, mirasse para o horizonte e então veria muitas outras (imagine-se no tibet), elegeria então a próxima mais alta e assim acabaria fazendo desse um ciclo infindável. No final das contas, você perceberia uma coisa: não teria alcançado nunca a mais alta das montanhas, mas teria se tornado um excelente alpinista.

O que isso me trouxe vai além das palavras batidas. Eu sempre precisei de motivação extra para lidar com a vida, não que eu seja uma pessoa triste, longe disso. Mas sinto-me muito bem quando tenho uma montanha na frente para escalar (figurativa!), mirar o horizonte e não ter um objetivo claro me deixa entediado e não demoro a buscar uma mudança. O blog poderia chamar-se “mudando sempre”, que era o nome de um outro documento que iniciei e nunca terminei (sim, um livro), mas optei por esse, tanto pelo simbolismo do significado (recebi o email em um aniversário), quanto pelo fato de que escolher e depois escalar uma montanha é um trabalho sempre ligado às histórias de superação.

Continuo subindo uma montanha, mas sempre pensando na próxima. Já me convenci de que viverei sempre assim. Me sinto pleno, realizado em alguns momentos, mas logo me vejo tentado a começar algo novo, a subir em algum monte.

P.S: O blog é uma forma de forçar-me a escrever. Colocar para fora todas as teorias e conjecturas que eventualmente povoam minha minha (povoam o tempo inteiro, na verdade). Tentar deixar um rastro claro das minhas ideias e de uma forma geral contribuir para quem estiver disposto a me ler! :)

 
1
Kudos
 
1
Kudos

Now read this

Lido: O Último Reino (Crônicas Saxônicas vol. 1) - Bernard Cornwell

Por estranho que isso possa parecer, eu já tinha lido o volume 3 e parte do 4 dessa série, pois acabei encontrando o livro 3 por um preço excelente há uns anos e pelo que já havia lido do autor (série O Arqueiro), acabei comprando e... Continue →